O Governo Bolsonaro elegeu a reforma previdenciária como sua pauta prioritária no primeiros semestre, e a população foi às ruas nos meses de maio e junho para garantir sua aprovação.

No entanto, desde a votação vitoriosa na Câmara dos Deputados, pautas diversionistas como CPI Lava Toga, endossada por senadores da esquerda, e narrativas falsas como suposto conflito entre o Presidente Bolsonaro e o Ministro Sérgio Moro, têm servido para tirar o foco daquilo que é estrategicamente prioritário: a aprovação da reforma previdenciária no Senado.

Cabe à direita não cair nessas armadilhas, e saber focar naquilo que realmente importa no momento. #CriticaNacional #TrueNews #RealNews

1 COMENTÁRIO

  1. Mas não é possível tratar dos dois assuntos ao mesmo tempo? Não fica cada um com uma comissão e depois vão a plenário, em votações que não demoram tanto assim? Todas as pessoas de bem querem que ambos sejam resolvidos o mais rápido possível.

Comentar:

Please enter your comment!
Please enter your name here